Discussão: como criar crianças sendo NHINCQ+

Sabemos que vivemos num mundo intolerante contra pessoas NHINCQ+.

Bebês são designades como homem ou mulher ao nascimento, sendo que mesmo no caso de bebês intersexo, é obrigatório o registro como um sexo binário.

A maior parte dos nomes é considerada “nome de mulher” ou “nome de homem”, e a maior parte das roupas também carrega essa divisão. Ainda que crianças não tenham nenhuma característica física perceptível que determinaria seu gênero dentro das normas cissexistas, pessoas em volta vão forçar gêneros e/ou papeis de gênero em crianças e ensinar cada criança a fazer o mesmo.

Ou seja, uma criança com o nome de Bruno vestida com calças largas e camiseta de super-herói provavelmente vai ser tratada com a linguagem o/ele/o, vai ser chamada de “homenzinho”, vai ser pressionada a ver meninas da mesma idade como “possíveis namoradinhas”, vai ser colocada “no lado dos meninos” quando houver esse tipo de divisão, e por aí vai.

Também é bastante possível que essa criança não será ensinada a usar algum tipo de linguagem neutra para se referir a pessoas que não conhece; que não será ensinada que alguns meninos gostam de meninos e que algumas meninas gostam de meninas; que é possível não gostar de ninguém desse “jeito especial” e que também é possível gostar de meninos E meninas E possivelmente de pessoas que não se encaixam nessas palavras também. Assim como provavelmente não vai aprender sobre a diferença entre gênero e sexo, sobre pessoas trans, sobre pessoas NB, sobre pessoas intersexo.

Mas algumas pessoas podem ter filhes e querer ensinar ao menos sobre algumas dessas coisas, pois querem que sues filhes cresçam respeitando essas diferenças, ou, principalmente, porque são pessoas NHINCQ+ e querem rebater essas mensagens nocivas da sociedade.

E então? Se você tem filhes, como está sendo a criação delus, em relação a isso? Se você pretende ter, como tratará desses assuntos? E, mesmo se não pretende ter, o que você acha que faria? Mande seu comentário abaixo!

Assunto sugerido por Cas. Postagem por Ás.

2 comentários em “Discussão: como criar crianças sendo NHINCQ+”

  1. Eu pessoalmente não iria afastar minhes filhes do meio, porque é algo que faz parte da minha vida de forma explícita demais pra ignorar. Todos os conjuntos que uso contém neolinguagem, sou NB, convivo diretamente com pessoas trans e intersexo, e falar sobre orientações faz parte dos meios que vivo.

    Embora eu não seja a favor de uma designação de gênero ao nascimento, eu não me importaria com uma palavra em um documento, e ainda explicaria sobre coisas como poder usar e brincar com o que quiser mesmo que outras pessoas não deem a mesma liberdade para sues filhes.

    Também não vejo grande problema em ensinar sobre escolas terem currículos que preparam a pessoa para uma vida di/cis/heteronormativa, e que por isso podem não deixar usar neolinguagem ou escrever histórias de personagens de vários gêneros diferentes ou coisas assim.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s