Indicadores para saber se você não é cis/ipso

Avisos de conteúdo: várias menções a formas de discriminação, além de discussões sobre linguagem, partes do corpo, relações sexuais e outras coisas que podem ativar a disforia de alguém.

É comum que pessoas ou comunidades trans e/ou não-binárias recebam dúvidas de pessoas que ao menos achavam que se identificavam com o gênero que lhes foi designado ao nascimento, mas que agora estão duvidando se esse é mesmo o caso.

Esta postagem traz listas de questionamentos que podem ser indicativos de sua identidade de gênero ser diferente da que lhe foi designada ao nascimento.

Você pode se sentir ambivalente ou discordar de todas as coisas dessas listas e ter uma identidade trans/não-binária/ulter/etc., ou concordar com várias coisas das listas e ser cis/ipso. Estas listas são pontos para a auto-reflexão, e não algum tipo de teste.

Também devo ressaltar que não há problema nenhum em testar quantos rótulos você quiser, até entender qual identidade é mais confortável para você. Você pode se questionar sobre ser uma pessoa trans binária, depois sem gênero, e depois voltar a se identificar como cis/ipso; você pode achar que é cis/ipso, começar a se identificar como pessoa não-binária, e depois achar algum rótulo específico dentro da não-binaridade que te contemple; você pode achar que é uma pessoa não-binária e depois perceber que é uma pessoa trans binária; você pode achar que é uma pessoa trans binária e depois descobrir ser gênero-fluido; entre outras infinitas possibilidades.

Enfim, as listas:

A. Nomes

1) Se seu nome de registro é um nome que as pessoas em sua volta associam ao seu gênero designado ao nascimento:

1.1) Você não gosta disso.

1.2) Você trocaria/quer trocar seu nome de registro para um nome associado a outro gênero ou a nenhum gênero, caso lhe oferecessem a chance de fazer isso sem nenhuma burocracia ou dificuldade.

1.3) Você prefere e/ou sempre preferiu apelidos menos associados ao seu gênero designado do que seu nome de registro.

2) Se seu nome de registro é um nome que as pessoas em volta “não sabem se é de homem ou de mulher”:

2.1) Você gosta disso.

2.2) Você prefere a confusão alheia, e não trocaria o nome para um mais associado ao seu gênero designado, caso lhe oferecessem a chance de fazer isso sem nenhuma burocracia ou dificuldade.

2.3) Você trocaria o nome para um ainda menos associado com o seu gênero designado.

2.4) Você sente que não gosta do seu nome não pelas conotações, mas apenas por conta das reações negativas alheias.

3) Se seu nome de registro é um que as pessoas em volta não associam ao seu gênero designado ao nascimento, achando que seria de alguém designade com outro gênero:

3.1) Você gosta disso.

3.2) Você prefere a confusão alheia, e não trocaria o nome para um mais associado ao seu gênero designado, caso lhe oferecessem a chance de fazer isso sem nenhuma burocracia ou dificuldade.

3.3) Você trocaria seu nome de registro para um nome associado a nenhum gênero (ou a um gênero fora do binário homem/mulher), caso lhe oferecessem a chance de fazer isso sem nenhuma burocracia ou dificuldade.

3.4) Você sente que não gosta do seu nome não pelas conotações, mas apenas por conta das reações negativas alheias.

B. Vestuário

1) No passado e/ou no presente, você não se importava com, ou só queria, usar roupas não associadas com seu gênero designado.

2) Você tinha e/ou tem dificuldade para entender quais roupas eram/são “masculinas” ou “femininas”, “apropriadas” ou “inapropriadas” para o gênero que atribuíam/atribuem a você.

3) Você tenta vestir roupas que escondem seu corpo, especialmente curvas que você pode ter ou não ter nos seios ou nos quadris.

4) Você já quis se vestir de roupas consideradas inapropriadas para seu gênero designado, ou já se vestiu com roupas assim e gostou da oportunidade.

4.1) Você só não quer/gosta de se vestir dessa forma porque, ainda que goste das roupas, você pensa que elas não ficariam/ficam bem em seu corpo.

C. Linguagem

1) Você tenta não pensar muito a respeito da linguagem que te atribuíram ao nascimento, talvez porque não queira “complicar as coisas” para as pessoas à sua volta.

2) Se você pudesse, você transformaria as línguas que você fala em línguas que não possuem qualquer tipo de flexão ou palavras diferentes de acordo com gênero.

3) Você gostaria de/preferiria (ou gosta de/prefere) usar um ou mais conjuntos de linguagem pessoal diferentes do atribuído a você ao nascimento.

4) Se a língua portuguesa tivesse algum conjunto respeitado como neutro universal, sem existir a conotação de sair do armário como não-cis ou qualquer outra coisa negativa, você usaria tal conjunto para você no dia-a-dia.

5) Se todos os conjuntos fossem respeitados e considerados igualmente fáceis de usar, ainda que o/ele/o fosse mais usado entre homens e a/ela/a fosse mais usado entre mulheres, você preferiria usar algum conjunto que representasse algo diferente do que homem/mulher/masculinidade/feminilidade para você.

6) Você não se importa (tanto) com palavras como moça/moço ou menina/menino, mas não gosta que te chamem de mulher/homem ou que apontem que esse é seu gênero (considere apenas as palavras associadas com seu gênero designado).

7) Você se sente desconfortável ao preencher qual é seu gênero designado em formulários, ou em ver que preencheram para você em alguma pesquisa.

8) Se houvesse a opção, você não teria nenhuma identificação de sexo/gênero em nenhum documento.

9) Você não gosta de descrever seu gênero como seu gênero designado, achando até que alguma outra coisa sobre você (como “assexual”, “punk” ou “Aquário”) seja uma informação mais apropriada para o campo.

10) Sem querer, você ocasionalmente se refere a você mesme (em sua mente ou de forma aberta) com alguma linguagem diferente da que você usa no dia-a-dia. Ou você se refere a si mesme usando títulos que não coincidem com seu gênero designado (como doutore ao invés de doutora ou mulher ao invés de homem).

D. Corpo

1) Você queria que sua genitália fosse diferente.

2) Caso você tenha sido designade homem ao nascimento:

2.1) Você queria ter mais curvas;

2.2) Você queria ter o peito menos reto/mais seios;

2.3) Você não gosta de ter barba/bigode;

2.4) Você não gosta de ter um monte de pelos em geral, e preferiria ter menos ou se depilar se isso não gerasse consequências sociais;

2.5) Você não gosta de ter um pomo de Adão visível.

2.6) Você não gosta de como seu rosto é visto como “masculino”.

3) Caso você tenha sido designade mulher ao nascimento:

3.1) Você queria ter menos curvas;

3.2) Você queria ter o peito mais reto/menos seios;

3.3) Você gostaria de ter barba/bigode;

3.4) Você gosta de ter um monte de pelos em geral, e não se depilaria se isso não gerasse consequências sociais, preferindo pelos do que alguma depilação permanente mesmo que esta fosse acessível;

3.5) Você preferia que seu rosto não fosse visto como tão “feminino”.

4) Durante relações sexuais, você prefere que sua genitália ou que outras características sexuais suas (como seios) não fossem tocadas.

4.1) Alternativamente, você prefere que toques em/interações com essas regiões sejam evitades ou ocorram somente sob certas circunstâncias.

5) Você gosta de usar roupas que deixam a forma do seu corpo mais ambígua.

6) Você queria que a aparência de seu corpo não fosse associada com seu gênero designado.

7) Você não gosta do tom da sua voz, e preferia ter uma voz que não fosse associada com seu gênero designado.

8) Você não está satisfeite com seu corpo, ou seu corpo parece estranho para você, mas você não consegue entender o motivo disso.

E. Atração

1) Você sente que sua reação ao sentir atração por certo gênero parece não ser coerente com seu gênero designado ao nascimento. Por exemplo, você foi designade como mulher ao nascimento, mas vê sua atração por homens como similar a de um homem gay/aquileano, e/ou sua atração por mulheres como similar a de um homem hétero/duárico.

2) Tem vezes que você não tem certeza se você tem atração por alguém ou se você só deseja que seu corpo fosse assim, mesmo que você considere que a pessoa tenha um gênero diferente do seu gênero designado ao nascimento.

F. Círculos sociais

1) Você frequentemente faz amizades que são de um gênero diferente do seu gênero designado ao nascimento.

2) Você tende a não se sentir bem dentro de grupos que sejam majoritariamente do seu gênero designado ao nascimento.

3) Mesmo que você se veja como alguém pouco/nada desviante de padrões de gênero/sexo/atração, seus círculos são compostos majoritariamente por pessoas NHINCQ+.

4) Mesmo se considerando apenas aliade, você tem muito mais interesse na causa trans/não-binária do que em outras, mesmo não tendo muitos motivos para isso.


 

Novamente, eu gostaria de destacar que estas são questões para reflexão, e não provas de que alguém é ou não é de certa modalidade de gênero.

É possível que alguém tenha círculos NHINCQ+ por não ser hétero. É possível que uma mulher não goste de se depilar só porque acha a ideia ridícula e misógina. É possível que um homem só goste de usar saias. É possível que alguns dos itens sejam explicados pela pessoa ser intersexo, gorda, negra, contra normas de gênero, neurodivergente, etc.

Também é possível que sejam explicados tanto pela pessoa não se identificar com o gênero designado ao nascimento quanto por alguma destas coisas.

Esta lista também parte de um ponto de vista de uma sociedade ocidental. Outras sociedades podem ter outras normas sociais do que é ser homem/mulher/masculine/feminine, e, assim, a disforia de gênero se manifestaria de forma diferente.

E, mesmo que você não se identifique com o gênero que lhe foi designado ao nascimento, isso também não significa que você tem alguma identidade específica. Pretendo escrever um texto sobre encontrar um rótulo de identidade de gênero específico no futuro.

Enfim, ficam aí as minhas sugestões de reflexões sobre a própria identidade de gênero!

~ Ás

Um comentário sobre “Indicadores para saber se você não é cis/ipso”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s