Experiências arofluxo?

Uriel, que usa ua/ila/a, enviou o seguinte:

Olá!

Vocês poderiam compartilhar algum relato sobre a experiência de pessoas arofluxo? Estou analisando se o termo pode descrever minha experiência com a arromanticidade, mas, como não encontrei ninguém falando acerca disso, não me sinto particularmente confiante.

Previamente, obrigada! 🙂

Oi!

Pessoalmente, me identifico como arofluxo porque existem períodos na minha vida que não sinto atração romântica nenhuma (por anos, por exemplo), e outros onde sinto atração que só consigo considerar romântica por muitas pessoas diferentes em períodos de tempo curtos (menos de uma semana).

Além disso, há épocas onde perco a atração romântica de um dia pro outro mesmo que nada tenha mudado minha opinião sobre o alvo da atração, apenas para tal atração voltar mais tarde. Ou mesmo que não consigo entender mais se meus sentimentos são românticos ou não.

Outras pessoas talvez achem que isso é arbitrário, e que “todo mundo passa por isso”, mas, na minha experiência, pensar em mim como arofluxo – como alguém no espectro arromântico cuja orientação flui entre cinromântica, akoirromântica, quoirromântica, choixromântica, omniaro e outras – faz mais sentido do que tentar pensar em mim como alguém alorromântique. Experiências arromânticas são comuns demais a mim para que eu me veja de outra forma.

Sobre outras experiências: o que achei foi Being Aroflux and Black, e postagens no Reddit como esta, esta e esta.

Se você sente que arofluxo descreve bem suas experiências, não há problema em usar o termo, mesmo que mais pra frente você sinta que outro te contemple melhor. Agora, se você tem dúvidas demais acerca disso para se sentir confortável com o termo, você pode usar outro. Você pode não definir sua orientação romântica, ou pode só se dizer aro ou grisromântica.

Espero ter ajudado.

~ Ás