Como definir uma identidade gênero-fluido específica?

Lune enviou a seguinte pergunta:

Eu fluo somente para gêneros não-binários. demi-boy,lunettian (Xenogênero vinculado ao fem) outro Xenogênero que ainda não defini,neutro e + não binários q não define ainda. como posso definir meu gênero? pfvr me ajudem! ❤ <:(

Existem vários termos para sua situação. Não acredito que haja nenhum especificamente para pessoas que são lunetianas, demi-homens, gênero neutro e de outras identidades não-binárias indefinidas que com certeza englobam outros xenogêneros, porém, existem termos mais gerais, como:

Eafluide (às vezes enbyfluid além de eafluid, que daria pra traduzir como enebefluide ou algo do tipo): Alguém cuja identidade de gênero é fluida somente ou majoritariamente entre gêneros não-binários.

Gênero-flor: Dependendo da definição, seria ou alguém cujo gênero é fluido mas nunca homem, mulher ou gêneros similares, ou fluido mas nunca feminino ou masculino.

Gênero-floren: Alguém cujo gênero é fluido, mas nunca 100% homem ou 100% mulher.

Giaragênero: Alguém que possui múltiplos gêneros, mas que não entende nenhum deles, ou a maior parte deles. Dá pra usar esse se você sentir que a maioria da sua experiência de gênero é composta por identidades de gênero que você não sabe definir.

Poligênero: Alguém que experiencia múltiplos gêneros. Não precisam ser ao mesmo tempo.

Gênero-fluido: Termo geral para qualquer pessoa que experiencia mudanças em sua identidade de gênero.

Não-binárie: Dizer que você é não-binárie explica que você não é 100% homem e nem 100% mulher, sem especificar nada.

Lembre-se de que não há a necessidade de você ter um único termo específico para sua própria experiência. Você pode cunhar um, mas não há vergonha em se dizer gênero-fluido ou eafluide entre as identidades que você descreveu, por exemplo.

Espero que isso possa ajudar.

– Ás

E quem é gênero-fluido, mas atraíde só por um gênero?

Alguém que pediu anonimidade perguntou:

Oi. Queria saber se uma pessoa gênero-fluído pode usar termos quando flui. Se é mulher, lésbica, se é homem, hétero, se é nb, gine etc.

A versão curta da minha resposta é a seguinte:

Pode sim. Mas também pode usar termos que não mudam de acordo com o gênero ou que são específicos para quem é gênero-fluido se a pessoa não quiser confundir outras, ficar mudando os termos que usa ou mesmo não se sentir bem em classificar sua orientação como algo que a pessoa só é às vezes.

E aqui está a versão elaborada disso:

Existe mais de uma forma dessa pessoa se definir, e todas elas são válidas. Elas se resumem a trocar de rótulo de tempos em tempos, como no exemplo da pergunta, e a usar sempre o mesmo rótulo.

Pessoas não-binárias não precisam se conformar com expectativas binárias de como suas orientações devem funcionar. E isso pode incluir ter que aceitar que alguém pode às vezes ser mulher e ver o termo lésbique como adequado para si e às vezes ser homem e ver o termo hétero como adequado para si.

Porém, tem gente que não quer falar que é de uma orientação diferente cada vez, ou que não quer ter que ficar mudando perfis e coisas assim. Estas pessoas podem optar por diversas soluções:

A primeira é usar um termo específico para pessoas não-binárias. Alguns deles são feminamórique, viramórique, mártique, terrárique e venúsique. Qualquer pessoa cuja identidade de gênero pode ser caracterizada por mudar de tempos em tempos pode se dizer não-binária e por isso pode sempre usar tais orientações, mesmo que em momentos a pessoa seja completamente homem ou completamente mulher.

A segunda é usar um termo específico para sua situação. Femidux é alguém gênero-fluido que sente atração apenas por mulheres. Alguém fluoriane é homem, mulher e não-binárie e sente atração por homens (exclusivamente ou não), o que pode ser útil para pessoas cuja identidade de gênero flui entre gêneros binários e não-binários. Alguém umbaliane é homem não-binárie ou não-binárie e homem, e sente atração por mulheres (exclusivamente ou não), e este termo pode ser usado da mesma forma. Alguém bigenidiane é bigênero e sente atração por pessoas não-binárias, exclusivamente ou não, e pessoas gênero-fluido entre dois gêneros contam como bigênero.

A terceira é usar um termo geral aberto a qualquer gênero que a pessoa tiver. Alguém embinárique sente atração por pessoas não-binárias (exclusivamente ou não). Alguém femínique é LGBTQIAPN+ e sente atração por mulheres (exclusivamente ou não). Alguém mascúlique é LGBTQIAPN+ e sente atração por homens (exclusivamente ou não). Quem é bi, paro, gris, sans ou de outras orientações assim já está fazendo isso.

A quarta é algo que só estou sugerindo porque já vi pessoas fazendo: usar orientações fluidas. Já vi pessoas justificando que, por exemplo, se são gays quando homens e hétero quando mulheres, isso significa que sua orientação muda (ainda que seu funcionamento não mude). Daí essas pessoas usam abro ou mud, por exemplo. Eu não acho que tais termos foram cunhados para este tipo de uso, mas tecnicamente as definições podem ser interpretadas de forma que incluem tal experiência.

Algumas listas de termos para quem quiser explorar mais isso estão disponíveis aqui, aqui e aqui.

~ Ás

Uma mesma experiência pode ter várias possibilidades de rótulos diferentes

Recebemos a seguinte pergunta:

Meu gênero é fluido. Eu geralmente tenho mais de um gênero, e quase todos eles são relacionados com estéticas e/ou com elementos da natureza.

Geralmente eu me digo polixenogênero, pela vasta quantidade de xenogêneros que senti ou sinto.

Mas, vocês acham que xenofluidy seria um termo mais adequado pra mim, já que a fluidez é importante e indica a presença de mais de um gênero?

E, se eu tiver um ou outro gênero que não é xenogênero, eu ainda poderia usar algum desses rótulos, ou haveria outro mais adequado (além de poligênero/gênero-fluido)?

É você quem sabe se prefere usar polixenogênero, xenofluidy, ou apenas termos mais gerais como poligênero, gênero-fluido ou xenogênero. Sua experiência parece se encaixar bem em todos estes termos.

Polixenogênero traz uma ideia maior de ter vários gêneros, na minha opinião, mas se a fluidez é mais importante, xenofluidy pode ser melhor.

Sobre a questão de sentir outros gêneros, eu pessoalmente sou a favor da ideia de que se um rótulo serve para quase todos os casos, não tem problema usá-lo mesmo que uma exceção o contradiga.

Mas, se você sentir mal em continuar usando estes rótulos, você pode começar a usar algum mais abrangente citado, ou mesmo eafluide (alguém que flui sempre ou majoritariamente entre gêneros não-binários) ou gênero-flor (alguém que flui entre gêneros mas que nunca é homem ou mulher) caso as outras identidades de gênero que você experiencie sejam não-binárias também.

~ Ás

Links para definições de termos mencionados: poligênero | xenogênero | gênero-fluido | eafluide | gênero-flor

Resposta a uma pergunta que demonstra sentimentos complexos sobre gênero

Yun, que usa (o, u)/(ele, elu)/(e, u) (linguagem formatada para facilitar a visualização), mandou a seguinte pergunta:

Olá, em agosto do ano passado descobri minha sexualidade (pansexual) e desde então venho questionando sobre minha identidade de gênero, porém estou muito confuso, as vezes eu não me importo em ter uma aparência mais feminina, ou que utilizem pronomes ou nomes femininos, mas tem vezes que isso me incomoda muito e que eu sinto muita disforia, no momento prefiro pronomes masculinos ou neutros.

Cheguei a pensar que sou uma pessoa não-binárie, ou gênero-fluido, ou até mesmo um homem trans, mas sinto que não me encaixo em lugar nenhum e estou muito confuso, é possível ser um homem trans gênero-fluido? Comecei a me questionar isso recentemente, me identifico muito como gênero-fluido, mas gosto de ter uma aparência mais masculina ou andrógina, e estou pensando seriamente na possibilidade de futuramente fazer um tratamento hormonal e uma mastectomia.

Eu apenas gostaria de saber quem eu realmente sou, não aguento mais me sentir tão confuso…

(Parágrafos adicionados para facilitar a leitura.)

Bem, para começar, acho que é importante você ter em mente que os seguintes conceitos existem:

Alinhamento de gênero é uma forma de pessoas não-binárias falarem que possuem certas similaridades com algum gênero ou a alguma identidade de gênero, sem que sua identidade de gênero chegue a ser necessariamente próxima ou igual a ela.

Uma pessoa agênero que não se importa de viver e ser tratade como homem no dia-a-dia pode dizer que é solariana, ou seja, seu alinhamento de gênero é com o gênero homem. Ume andrógine lésbique que sente que sua atração funciona como a de uma mulher, mesmo que não queira ser tratade como mulher em geral, pode dizer que é lunariane, ou seja, seu alinhamento de gênero é com o gênero mulher.

(Existem vários alinhamentos de gênero que não são binários também, mas quis dar uns exemplos fáceis.)

Expressão de gênero é uma forma de se vestir, de agir, de usar acessórios, de fazer modificações corporais, e etc. que performa qualidades relacionadas a gênero.

Um homem que gosta de ter unhas pintadas e usar vestidos e sapatos de salto alto pode dizer que tem uma expressão de gênero feminina. Uma pessoa gênero neutro que tenta ao máximo possível esconder “sinais de gêneros binários” em sua aparência ou forma de agir pode dizer que tem uma expressão de gênero neutra.

É possível ler mais sobre alinhamento e expressão de gênero neste texto.

Transição física desejada é algo que, embora possa indicar a identidade de gênero de alguém, não necessariamente é correspondente com as noções cissexistas do que é o “sexo certo para cada gênero”.

Existem mulheres trans que querem manter seu pênis. Existem proxvires que não se importam em ter vagina. Existem mulheres não-bináries que querem remover seios e crescer barba. Existem homens cis que colocam ou querem colocar seios de silicone.

Continuar lendo Resposta a uma pergunta que demonstra sentimentos complexos sobre gênero